04/11 - 07:50 Hr
Assim é a Vida...
O Locutor distraído
Em plena final do rodeio de Barretos, ainda no recinto antigo, que se localizava no centro da cidade, se praticava apenas rodeio de cavalos. Abre-se a porteira e o peão após suportar alguns pulos vai ao chão, onde é pisoteado violentamente pelo animal.

A platéia superapreensiva observa o fato. Aí entra em cena o primeiro locutor de rodeios do Brasil, Orestes de Ávila, famoso por sua criatividade, que na opinião de muitos até hoje não foi superado: “Minha gente, não foi nada não. Deus é Barretense! Quem monta no Barretão não se machuca.” (Consolando o povão e repetindo várias vezes.)

Quando os maqueiros, transportando o peão bastante machucado passava sob a cabine de locução, e Orestes, esquecendo de desligar o microfone, percebendo que a coisa era séria, exclamou: “Puta que o pariu! Acho que o homem morreu!”

COMENTÁRIOS (0)
Não há comentários para esta notícia!
POSTAR UM NOVO COMENTÁRIO
Nome E-mail
Enquete
Sem enquete.
DIREITOS RESERVADOS AO JORNAL O LIBERAL DE CAMPO MOURÃO LTDA