08/02 - 01:38 h
4 Nacional
Cunha diz a Moro que tem um aneurisma e reclama de presídio
Em interrogatório de três horas na terça-feira (7), o deputado cassado Eduardo Cunha leu uma carta ao juiz federal Sérgio Moro em que diz ter um aneurisma cerebral – como a ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, que morreu na última sexta-feira (3) – e que o local onde está detido não tem assistência de saúde adequada, caso necessite.

(0) Comentários
Continue Lendo...
16/01 - 02:00 h
4 Nacional
CPF pode ser atualizado pela internet
A partir desta segunda-feira (16), o contribuinte poderá atualizar o CPF pela internet. A Receita Federal oferecerá, no site do órgão, um formulário eletrônico que permite a alteração instantânea de dados como nome, endereço, telefone e título de eleitor.
(0) Comentários
Continue Lendo...
30/12 - 03:00 h
4 Nacional
Novo salário mínimo entra em vigor dia 1º de janeiro
O governo federal anunciou o reajuste do salário mínimo de R$ 880 para R$ 937 em 2017. O novo valor passa a vigorar no dia 1º de janeiro de 2017. O presidente Michel Temer assinou um decreto na quinta-feira (29) prevendo o reajuste. A medida deve ser publicada no Diário Oficial da União de sexta-feira (30) ou da próxima segunda-feira (2).

(0) Comentários
Continue Lendo...
21/12 - 23:00 h
4 Nacional
Odebrecht admite ter pago mais de R$ 3,3 bilhões em propina
Em acordo de delação premiada firmado com autoridades norte-americanas, a Odebrecht e uma de suas subsidiárias, a Braskem, admitiram ter pago mais de US$ 1 bilhão, cerca de R$ 3,3 bilhões, em propina a funcionários do governo em 12 países, entre eles o Brasil, seus representantes e partidos políticos. De acordo com documentos divulgados hoje (21/12) pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, representantes da Odebrecht confessaram o pagamento de propina de US$ 788 milhões, desde 2001, enquanto a Braskem admitiu ter pago aproximadamente US$ 250 milhões, entre 2016 e 2014.
(0) Comentários
Continue Lendo...
19/08 - 08:00 h
4 Nacional
Desemprego cresce no Brasil e vai a 11,3% no 2º trimestre
A taxa de desocupação subiu em todas as grandes regiões do país, fechando o segundo trimestre do ano em 11,3% comparativamente ao mesmo período de 2015. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e indicam que as taxas são as mais altas já registradas para cada uma das regiões do país, desde o início da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua), em janeiro de 2012.
(0) Comentários
Continue Lendo...
Enquete
Sem enquete.
DIREITOS RESERVADOS AO JORNAL O LIBERAL DE CAMPO MOURÃO LTDA